Skip directly to content

Pecuária

Exportação de carne bovina em abril cresce 53,5%, diz Abiec

on qua, 08/05/2019 - 15:02

Gado para exportação  (Foto: Ernesto de souza/Ed. Globo; )

A exportação brasileira de carne bovina registrou aumento de 53,5% em abril, totalizando 132.855 toneladas. A receita cambial foi de US$ 502,1 milhões, elevação de 43,3% em comparação com igual mês de 2018. As informações são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Em comunicado, o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli, informa que "os resultados mostram a qualidade e competitividade da carne brasileira, que tem a confiança dos principais

Castração ao nascimento: do bezerro ao boi de 17@ em 13 meses

on dom, 05/05/2019 - 14:36

Foto: Fazenda Santa Nice

Técnica de castração dos animais ao nascimento tem repercutido entre os pecuaristas que desejam alcançar um animal precoce e aumentar o lucro do sistema!

A tecnologia, se assim podemos chamar, de realizar a castração dos animais ao nascimento, tem ganhado inúmeros adeptos pelo Brasil por trazer inúmeros benefícios: animais precoces, bonificação no frigorífico e consequentemente o aumento do lucro do sistema.

A castração dos animais ao nascimento é realizada já no ato de cura do umbigo em que o animal passa após o nascimento.

Cai o preço da arroba do boi em MS; veja os motivos

on seg, 29/04/2019 - 18:34

Em média, R$ 142 foi o valor pagona arroba bovina na Capital - Foto: iepec.com

Com média de R$ 142 pagos ao produtor pela arroba do boi gordo, Campo Grande tornou-se na semana passada a praça mais baixa do País nesse indicador, de acordo com informações do Sindicato Rural da Capital. Em relação a praças vizinhas, como São Paulo, a desvalorização chega a 10%.

“Estamos tendo baixa e o [valor] de Mato Grosso do Sul é o mais expressivo. Isso traz oscilações de custo e fica difícil para o pecuarista tradicional, porém, fica ainda mais para quem faz confinamento.

Nelore puxa o carro de boi da pecuária de MS: mais de 85% do rebanho, estima entidade

on qui, 25/04/2019 - 17:58

Foto: Nedimar Brandão

O nelore é a raça a que puxa o carro de boi da pecuária em Mato Grosso do Sul. De um rebanho bovino de aproximadamente 21,4 milhões de animais, o quarto maior do Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 85% dos animais - a exemplo do que ocorre no país, são da raça, conforme estimativa da Associação Sul-Mato-Grossense dos Criadores de Nelore (Nelore MS).

O presidente da Nelore MS e diretor da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), Antonio Celso Chaves Gaiotto, aponta que esse predomínio da raça no estado e

App 'Húngara' pesa o gado através de foto tirada do celular

on ter, 23/04/2019 - 20:01

Foto: Dairy Global

Você já percebeu como a tecnologia está movendo o mundo cada vez mais rápido? A proposta da Agroninja, startup húngara é simplesmente verificar o peso do animal tirando uma foto dele, o nome do app que está sendo lançado é Beefie™. No Brasil um percentual muito baixo das fazendas tem balanças no curral, o “olho treinado” ainda é o método mais usado para pesar o gado na hora de uma venda ou negociação.

A empresa estará presente no próximo Fórum Global de Inovações da Agricultura (GFIA Europe) em Utrecht, na Holanda.

Pastagens degradadas em MS somam 14 milhões de hectares

on sab, 20/04/2019 - 11:24

Foto: reprodução / Compre Rural

A área de pastagens em Mato Grosso do Sul corresponde a 28,2 milhões de hectares e deste total, 14 milhões são identificadas com algum estágio de degradação. Conforme pesquisa divulgada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Territorial), o avanço foi de 55% no intervalo de 2007 a 2014, em decorrência da atividade pecuária bovina. 

No entanto, além das pesquisas realizadas pela unidade Embrapa Gado de Corte ao longo de 42 anos de atividade, foi iniciado há dois meses, um projeto de “Mapeamento de níveis de degradação de pastagens do bioma

Governo vai atualizar cadastro nacional de pescadores, diz Bolsonaro

on qui, 18/04/2019 - 20:27

Foto: divulgação / Twitter / Jair Bolsonaro

A Secretaria de Aquicultura e Pesca está organizando um novo cadastro nacional de pescadores, que deverá estar pronto até o fim de maio. A informação foi confirmada nesta quarta-feira, dia 17, pelo presidente Jair Bolsonaro, em publicação no Twitter.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao qual a secretaria é ligada, o levantamento está sendo feito a partir de auditorias para apurar o cadastro anterior e eliminar fraudes no pagamento do seguro-defeso.

O ministério informou que está sendo realizado um cruzamento do cadastro

MS tem dois municípios entre os três maiores rebanhos do país segundo ABIEC

on qua, 17/04/2019 - 12:58

Foto: Nedimar Brandão

Relatório é da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), somando todos os estados, o rebanho bovino brasileiro aumentou em 140% nos últimos dez anos. O Brasil encerrou o ano de 2018 registrando crescimento no Produto Interno Bruto (PIB), que atingiu R$ 6,83 trilhões. No mesmo período, o PIB da pecuária somou R$ 597,22 bilhões, 8,3% acima dos R$ 551,41 bilhões apurados em 2017. Com isso, o PIB da pecuária elevou para 8,7% sua participação no PIB total brasileiro.

O município com o maior rebanho bovino do país continua sendo São Félix do Xingu

Camapuã: vídeo - produtores sofrem para escoar produção pela MS-338 que liga Camapuã a Ribas do Rio Pardo

on seg, 08/04/2019 - 14:42

Carreta carregada de soja sendo rebocada por trator na MS-338 a 15km de Camapuã - Foto: WhatsApp/InfocoMS

Produtores que utilizam a MS-338, que liga Camapuã a Ribas do Rio Pardo, estão sofrendo para escoar sua produção, principalmente o soja, pois a colheita na região se concentra nos meses de março e abril.

Devido as chuvas, as estradas não suportam o grande trânsito de carretas transportando a produção de diversas fazendas da região que ficam num trecho entre 10 e 40km de Camapuã, onde se concentram os pontos mais críticos.

Os produtores reclamam da falta de manutenção por parte do governo

Brasil livre de aftosa com vacinação encerra um ciclo, diz Maggi

on ter, 22/05/2018 - 02:03

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, discursa durante sessão da OIE, em Paris (Foto: Ministério da Agricultura)

Brasil já está trabalhando para ampliar sua área livre de febre aftosa sem a necessidade de vacinação, situação hoje restrita ao estado de Santa Catarina. Foi o que afirmou, neste domingo (20/5), o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, na 86ª sessão geral da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), em Paris, capital da França.

O evento marca a concessão do status sanitário de livre da doença, ainda com vacinação, para os Estados do Amazonas, Amapá, Roraima e parte do

Páginas