Skip directly to content

Gaeco

Bandeirantes: empresa dava notas frias para conserto de veículos sucateados

on ter, 02/06/2020 - 14:56

Sucatas de veículos já colocadas à venda em leilão ainda geravam despesas para a prefeitura de Bandeirantes como se estivessem rodando normalmente. Essa é uma das irregularidades que estão sendo investigadas na prefeitura da cidade, de 6 mil habitantes, a 70 quilômetros de Campo Grande, pela operação “Sucata Preciosa”, deflagrada nesta terça-feira (2).

Equipes da força-tarefa que cumpre mandados de busca e apreensão em pátio da Secretaria de Obras. (Foto: Marcos Maluf)

Os trabalhos investigatórios mostram que empresas localizadas na cidade, em Campo Grande, em Dourados e em Presidente

Gaeco realiza ações em Campo Grande, Dourados e Bandeirantes

on ter, 02/06/2020 - 08:36

A Prefeitura de Bandeirantes, município de 6 mil habitantes a 70 km de Campo Grande amanheceu cercada por equipes de segurança nesta terça-feira (2).

Foto: WhatsApp / InfocoMS

Há ações também na Capital e em Dourados e em cidade do interior de São Paulo. O Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) faz o trabalho com apoio do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) e ainda dos Batalhões de Choque e Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar.

De acordo a divulgação do Gaeco,  a operação "Sucata Preciosa" é de

Água Clara: operação do Gaeco apura desvios de R$ 900 mil em licitações de Câmara

on qua, 17/04/2019 - 10:30

Foto: divulgação

A operação “Negócio de Família”, deflagrada nesta terça-feira (dia 16) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), apura desvios que podem chegar a R$ 900 mil na Câmara Municipal de Água Clara, a 198 km de Campo Grande.

O alvo é uma organização criminosa acusada de peculato (crime de funcionário público contra a administração), fraude a licitações e falsidade ideológica. Ao todo, a Justiça de Água Clara expediu oito mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e três medidas cautelares diversas da prisão.

A ação foi realizada em Campo

Gaeco faz busca e apreensão na prefeitura e residência do prefeito de Bela Vista

on sex, 05/04/2019 - 13:44

Foto: reprodução

O GAECO – Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, deflagrou nesta quinta-feira (04) a Operação Linha Marcada II na cidade de Bela Vista para dar cumprimento a dois mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça.

Os mandados foram cumpridos na residência e no gabinete do Prefeito Municipal, Reinaldo Miranda Benites, em investigação instaurada para apurar o seu envolvimento nos crimes de fraude à licitações e desvio de verba pública, praticados pela organização criminosa alvo

Prefeito, secretário de educação e sete vereadores são presos pelo Gaeco em cidade de MS

on seg, 26/11/2018 - 11:14

Foto: divulgação

Nove mandados de prisão preventiva e suspensão do exercício de mandatos eletivos e cargo público foram cumpridos nesta manhã pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), em Ladário, município distante a 426 quilômetros de Campo Grande.

A ação cumpre decisão do desembargador Emerson Cafure, da Seção Especial Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul. Os suspeitos são investigados por crimes de associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva.

Participavam de um provável esquema de pagamento de propina, conhecido