Skip directly to content

Pantanal

Avião com Bolsonaro arremete por conta de fumaça no Pantanal de MT

on sex, 18/09/2020 - 13:36

O avião com o presidente Jair Bolsonaro teve de arremeter quando tentava pousar no Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira. A fumaça das queimadas no Pantanal prejudica a visibilidade na região e obrigou a manobra.

Imagem da aeronave presidencial após finalmente pousar em Sinop (MT). (Foto: Divulgação)

Na segunda tentativa, o pouso ocorreu. 'Quando nosso avião foi pousar hoje, ele arremeteu. É a segunda vez que isso acontece na minha vida, uma vez foi no Rio de Janeiro, e, obviamente, sempre é normal. No caso, é que a visibilidade não estava muito boa.

Vídeo: brigadista coloca fogo no Pantanal e desperta dúvida: "Pode isso?"

on qua, 16/09/2020 - 09:48

Vídeo que roda os grupos de Whatsapp hoje mostra uym brigadista "incendiando" o Pantanal, despertando a dúvida: Pode isso? A resposta é sim!

Brigadistas usam equipamento chamado de "pinga-fogo" na aplicação de técnica e evitar que o incêndio adentrasse na Estação Ecológica do Taiamã (Foto: Reprodução)

A técnica de combate chamada contrafogo é utilizada de forma preventiva e cria uma pequena linha de chamas que vai de encontro ao incêndio florestal quando há dificuldade de controle. Logo depois, o incêndio é apagado pelos brigadistas.

O analista ambiental Alexandre Pereira, do Prevfogo/Ibama

Fazendeiros podem ter destruído 25 mil hectares do Pantanal com incêndios criminosos

on qua, 16/09/2020 - 08:42

A Polícia Federal encontrou indícios de que parte dos incêndios que se alastram pelo Pantanal é criminosa. Operação desencadeada na segunda-feira (14) cumpriu 10 mandados de busca e apreensão em fazendas e nas casas de fazendeiros, suspeitos de provocarem danos em uma área de 25 mil hectares.

Brigadistas tentam apagar fogo no Pantanal; origem pode ser criminosa - Reprodução

Para encontrar os indícios de incêndios criminosos, a Polícia Federal usou dados de satélite de um núcleo da instituição em Brasília (DF), especializado em crimes ambientais, e também sobrevoou várias fazendas no

Chuva traz alívio, extingue incêndios e permite descanso para equipes no Pantanal

on ter, 18/08/2020 - 07:43

As chuvas intensas deste fim de semana em Mato Grosso do Sul trouxeram um pouco de alívio no combate às queimadas no Pantanal de Corumbá e Ladário, a 417 quilômetros de distância de Campo Grande. Com mais de 45 dias em combate, militares das Forças Armadas, Corpo de Bombeiros e brigadistas do Prevfogo/Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) puderam “descansar”.

Foto: Prevfogo/Ibama

Segundo o analista ambiental do Ibama, Alexandre Pereira, as tempestades auxiliaram na extinção de várias frentes de fogo, principalmente na região das terras indígenas

Pantanal de Mato Grosso do Sul enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos

on seg, 03/08/2020 - 10:44

Pantanal: A seca será rigorosa.

Maior planície de inundação contínua do mundo, o Pantanal enfrenta um dos períodos climáticos mais críticos dos últimos 50 anos, com seca rigorosa associada à propagação recorde de fogo, que, estima-se, consumiu até agora 810 mil hectares de vegetação nativa somente no município de Corumbá, onde se concentra a maior porção do bioma. 

Sem previsão de chuvas até setembro e com a ocorrência de 11.025 focos de calor de janeiro a julho (dos quais 79,7% em Corumbá), a região foi declarada em situação de emergência ambiental e rural pelo governo do Estado.

Pantanal registra recorde de queimadas e avião Hércules deve entrar em ação

on seg, 27/07/2020 - 10:21

Monitoramento do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) aponta para 1.322 focos de incêndios florestais no Pantanal na parcial de julho, número recorde para o mês desde o início da série histórica, em 1998. A operação conjunta de combate ao fogo na região de Corumbá prevê o acionamento do Hércules C-130 da FAB (Força Aérea Brasileira) neste domingo (26). A aeronave é capaz de despejar sobre as chamas até 12 mil litros de água por lançamento.

Brigadistas do Prevfogo atuam contra incêndios na região pantaneira (Foto: Divulgação/Ibama-MS)

Segundo informou a superintendência do Ibama

Pescadores fecham BR-262 para exigir decreto que vai substituir Cota Zero

on sab, 22/02/2020 - 12:16

Cerca de 50 pescadores e empresários da região de Aquidauana e Miranda fecham na manhã deste sábado trecho da BR-262, na altura do quilômetro 560. Eles cobram a publicação de novo decreto, que vai substituir as regras do Cota Zero. O grupo ameaça fechar outras duas rodovias em Mato Grosso do Sul ainda hoje, na divisa de Mundo Novo com o Paraná, e em Três Lagoas com São Paulo.

Foto: reprodução

Desde às 7h30 da manhã, o protesto fecha a rodovia por meia hora e libera por 5 minutos, para a passagem de veículos.

PMA prende homem por matar seis tucanos e desmatar área protegida

on dom, 09/02/2020 - 23:21

Homem de 60 anos foi preso pela PMA (Polícia Militar Ambiental) neste sábado, em Aquidauana, a 143 quilômetros de Campo Grande, depois de matar seis tucanos e desmatar vegetação do assentamento Indaiá III, onde reside. Com o autor foram encontrados ainda rifles, espingarda, motosserra e armadilhas de caça.

Foto: divulgação / PMA

Conforme nota, os policiais localizaram na área de reserva legal coletiva do assentamento (área protegida), dois locais de desmatamento e exploração de madeira, além de girau de espera, ceva e armadilhas de captura de animais silvestres armadas na mata.

Galhos, bambus e troncos de árvores 'trancam' trecho do rio Miranda

on seg, 13/01/2020 - 11:49

Galhos, bambus e troncos de árvores tomaram conta de um trecho do rio Miranda, na cidade de mesmo nome, que fica no Pantanal de Mato Grosso do Sul. A situação está crítica no ponto próximo à ponte do Calcário desde sexta-feira (10) e surpreendeu quem mora na região.

O secretário municipal de Obras da cidade e coordenador da Defesa Civil, Amarildo Arguelho, explica que nessa época do ano é comum ver galhos no rio, porém a quantidade dessa vez surpreendeu. "Desse jeito nós nunca vimos. É a primeira vez".

Galhos impedem a navegação em rio de MS — Foto: Domingos Lacerda/TV Morena

De acordo com

Antes e depois de fazenda devastada é alento e prova de resiliência da natureza

on qua, 18/12/2019 - 20:23

Duas imagens do mesmo cenário, mas com tempo distinto, são um alento para a recuperação do Pantanal sul-mato-grossense depois das queimadas que devastaram mais de 173 mil hectares durante o período de seca.

A publicação mostra os estragos provocados pelos incêndios em área do Refúgio Ecológico Caiman, em Miranda, distantes 201 km de Campo Grande, e também o ressurgimento do verde, dominando a paisagem, com a pastagem completa e árvores renascidas.

Duas imagens no mesmo cenário mostram recuperação após período de queimadas (Foto: Reprodução/Instagram)

O Projeto Arara Azul, uma das associações

Páginas